Menu

12 de março de 2014

Sinto muito.


      Me desculpa. Pelas vezes que eu não dancei e nem sorri. Por todas as tardes que eu me tranquei no quarto e não quis me abrir. Alguns dias foram difíceis pra mim. Difíceis porque eu não conseguia saber quem eu sou ou o que se passava dentro de mim. Eu só via erros no reflexo do espelho e me faltava força para concertá-los.
      Eu queria ser melhor. Pra mim mesmo, mas também pra vocês. E para os outros. Meus sonhos e vontades sempre foram tão grandes dentro de mim e isso me dava medo, me paralisava. Então eu permaneci na inércia, completamente patética. Decepcionando aos outros, a vocês e também a mim mesma.
      Na escola era fácil ser das alunas mais inteligentes. Eu sabia o que deveria ser feito e conhecia todas as regras. Não havia surpresas e as decisões nunca couberam a mim. Mas agora parece que jogaram meu futuro inteiro em minhas mãos e eu não sei o que fazer com ele. Eu vejo as pessoas trilhando seus próprios caminhos e me pergunto como eles sabem o que fazer, ou que decisão tomar.
      Eu tenho que ser feliz, inteligente, linda, bem humorada, agradável. Eu preciso ter um bom emprego, dinheiro, independência, um namorado e selfies bonitas. Só que ninguém me disse como!
      Por isso quero pedir que me perdoem. É que sou toda perdida. Vivo cheia de cobranças, medos, quereres e confusão. E se eu cair, errar, falhar, perder? O hoje passou e eu fiquei chorando pelo amanha, sombrio e desconhecido.
      As vezes eu choro. As vezes eu me tranco. Eu não sorrio, nem danço. E o problema é comigo. Sou eu. Por isso me desculpe se alguma vez possa parecer que o problema são vocês. Prometo melhorar. Prometo ser mais do jeitinho que vocês querem e encontrar um meio termo, pra não deixar de ser eu mesma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...